Loading...
Blog
16
10
2020

Dia Mundial do Pão

Não há mesa portuguesa sem pão à mesa! Sem migas, sem açorda ou folar da Páscoa! Não há quem não goste. Seja ao pequeno-almoço ainda quentinho ou a acompanhar uma petiscada.

Mas em boa verdade, é que com o passar dos tempos e das modas consequentemente implementadas na sociedade, este tem passado de aliado gastronómico a vilão. Mas o que é certo é que, tal como tantos outros alimentos, apresenta benefícios nutricionais e como qualquer outro, quando consumido de forma exagerada ou quando acompanhado de alimentos menos interessantes do ponto de vista nutricional é que o podemos considerar menos benéfico.

O pão pertence ao grupo dos cereais e derivados e tubérculos na Roda da Alimentação Mediterrânica e a porção diária recomendada para este grupo de alimentos é de 4 a 11 porções sendo que, uma porção corresponde a: 1 pão (50 g) ou 1 fatia fina de broa (70 g).

 

NUTRICIONALMENTE É:

  • Rico em hidratos de carbono complexos (absorvidos de uma forma mais lenta);
  • Pobre em açúcares e gorduras;
  • Fonte de fibras;
  • Fonte de vitaminas do complexo B e minerais (fósforo, magnésio, manganésio, selénio e potássio).

 

É aconselhado o consumo das suas versões integrais e ricas em fibra uma vez que apresentam potenciais benefícios para a saúde, nomeadamente:

  • Regulação do risco de doença coronária, dos níveis de glicémia no sangue e plasmáticos de colesterol;
  • Promoção da saciedade, controlo do peso corporal e auxílio no tratamento de excesso de peso/obesidade;
  • Menor risco de cancro no cólon, melhoria do trânsito intestinal e prevenção da obstipação.

O teor energético do pão é menor nas variedades de pão de milho, pão de centeio integral e pão de trigo integral. As versões de pão que incluem nos ingredientes, por exemplo, frutas desidratadas, sementes oleaginosas, frutos oleaginosos e azeitonas apresentam um conteúdo energético superior.

 

NA ALTURA DE RECHEAR:

  • Dê preferência a: ovos e/ou claras, atúm ao natural, queijos (fresco, flamengo, requeijão), manteiga de frutos oleaginosos, abacate, húmus (grão de bico), carnes brancas/pescado, alface, tomate, rúcula, etc.

 

NA ALTURA DA ESCOLHA:

  • O pão deve apresentar um aspeto fresco, sem manchas e sem humidade e deve optar por pães sem adição de açúcar e/ou gordura;
  • Escolha o pão produzido a partir de farinhas menos refinadas;
  • Leve um saco de pano para adquirir o pão, evitando o uso do papel e/ou plástico.

 

NA ALTURA DO ARMAZENAMENTO:

  • Deve ser conservado num local fresco e seco, dentro de uma caixa hermética ou saco plástico;
  • Não deve ser conservado no frigorífico e se o pão for confeccionado em casa, deve arrefecer completamente à temperatura ambiente, antes de ser armazenado;
  • Ao armazenar no congelador, deve colocá-lo previamente em sacos de congelação;
  • No momento da descongelação, deve colocá-lo no frigorífico até descongelar completamente.

 

RECEITA DE PÃO NA FRIGIDEIRA

Ingredientes:

  • 2 ovos
  • 2 c. de sopa de farinha de aveia
  • 2 c. de sopa de farinha de amêndoa
  • 2 c. de sopa de linhaça moída
  • 1 c. de café de curcuma em pó
  • 1 c. de café de fermento em pó
  • Sal e pimenta q.b.
  • Opcional: sementes a gosto (abóbora, chia, linhaça, girassol, etc)

 

Procedimento:

  1. Junte todos os ingredientes numa tigela e misture.
  2. Numa frigideira anti aderente, coloque 2 a 3 colheres de sopa do preparado e disponha por cima as sementes.
  3. Deixe cozinhar e depois vire para cozinhar do outro lado.

Fontes:

 

Comentário
0

Leave a reply