Loading...
Blog
18
09
2019

Leite Animal Vs Bebidas Vegetais

Muito se tem falado do leite. Para muitos um aliado para tantos outros, um inimigo. E com isso, aumentou o número de interessados nas bebidas vegetais. Mas antes de formarmos opiniões, vamos perceber do que se tratam e como se constituem.

O leite é um  alimento obtido das glândulas mamárias de uma fémea (vaca, cabra, etc) com elevadas propriedade nutricionais e características físico-químicas de excelência que lhe permitem o seu desdobramento em diversos produtos lácteos (iogurtes, queijos, etc.)

No caso da gordura, o seu teor neste é variável. O leite gordo (inteiro) possui em teor mínimo de gordura de 3,5% enquanto que, o leite meio gordo (parcialmente desnatado) apresenta um teor de gordura entre 1,5% a 1,8% e o leite magro (desnatado) um teor máximo de gordura de 0,5%.

Mesmo com uma maior ou menor percentagem de gordura, o leite apresenta quantidades interessantes de vitaminas e minerais entre os quais, se destacam a vitamina B12, a vitamina D, o cálcio e o fósforo. As proteínas presentes neste são de alto valor biológico e tal como as proteínas, também a quantidade de lactose (açúcar do leite) é constante entre as três variedades.

E na verdade, foi esta quantidade em lactose que fez um houvesse um interessente exponencial nas famosas bebidas vegetais – arroz, soja, aveia, coco, etc. Apesar de frequentemente auto intitularmos estas bebidas por leite vegetal, veremos que esta observação é errada, visto que  em termos de composição nutricional são de facto muito distintas uma vez que, não possuem lactose nem gordura na sua contituição.

Embora isso possa trazer vantagem a muita gente por facilitar o processo de digestão, existem outros aspectos nutricionais que devem ser levados em conta nomeadamente, o facto de o seu teor proteíco nestas ser menor  e possuirem ainda, maior quantidade em açúcares. Até porque o leite apresenta apenas na sua contituição o seu açúcar natural a lactose.

Em forma de conclusão, as bebidas vegetais não podem ser consideradas um substituto  do leite, visto que não têm uma composição nutricional semelhante e por isso torna-se essencial a leitura dos rotulos. Para quem não gosta ou é intolerante à lactose, estas bebidas  hoje em dia disponíveis podem ser uma boa alternativa. Contudo, tenha em atenção ao escolher bebidas vegetais naturais, ou seja, sem adição de aromas, açúcares ou adoçantes e esteja consciente que a quantidade proteíca não é semelhante.

 

Fontes:

APN, Ebook “Conhecer o leite” https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/Ebook_Conhecer_o_Leite_Final.pdf

DGS – Leite http://www.alimentacaosaudavel.dgs.pt/alimento/leite/

https://magg.pt/2019/05/21/bebidas-vegetais-nao-recomendo-de-maneira-nenhuma-a-ingestao-deste-tipo-de-alimentos/

http://lifestyle.publico.pt/mitosquecomemos/343667_o-leite-a-soja-e-as-imitacoes

Comentário
0

Leave a reply