Loading...
Blog
20
03
2019

PROBIÓTICOS E ARTRITE REUMATÓIDE

A artrite reumatóide é uma doença autoimune, caracterizada por um quadro inflamatório local e sistémico, acompanhado de um elevado stress oxidativo, e que envolve primariamente as articulações.

O papel da nutrição já é reconhecido como sendo de extrema relevância, pelo que o aconselhamento nutricional incide sobre uma alimentação equilibrada e personalizada, capaz de fornecer um nível ótimo de ómega-3 e antioxidantes (pelo seu carater anti-inflamatório), minerais e vitaminas.

Outro ponto que tem sido estudado é a ingestão de probióticos.

E o que são probióticos?

São microorganismos vivos que, quando ingeridos em quantidades adequadas, trazem benefícios à saúde.

E como é que os probióticos podem melhorar o estado de saúde em indivíduos com artrite reumatóide?

Alguns estudos têm verificado que a flora intestinal (conjunto de microorganismos presentes no intestino) de indivíduos com artrite reumatóide  encontra-se alterada e desequilibrada, o que pode também contribuir para o aparecimento desta doença.

Deste modo, a ingestão de probióticos parece ser benéfica por reequilibrarem a flora intestinal (equilíbrio entre boas e más bactérias), melhorando o sistema imunitário, melhorando o estado inflamatório etc. Por outro lado, os indivíduos com AR demonstram ter alguma inflamação no tratogastrointestinal, o que provoca um aumento da permeabilidade intestinal, o que faz com que bactérias “más”, atravessem a barreira e entrem em circulação, aumentando assim o estado inflamatório do hospedeiro. Os probióticos neste ponto são também importantes para reduzir a quantidade de bactérias “más” no intestino, e produzir também compostos benéficos à recuperação da mucosa intestinal.

Além dos probióticos, é também importante fazer uma alimentação o mais natural possível e com poucos ou nenhuns produtos processados: não adianta tomar probióticos para “reparar” o intestino, se o agride com alimentos maus que vão aumentar a permeabilidade intestinal.

 

Mousse de cacau, abacate e café

 Ingredientes (para aproximadamente, 4 doses):

200 ml de iogurte grego ligeiro

3 c. de sopa de café

3 abacates maduros

Mel q.b.

1 c. de sopa de extrato de baunilha

3 c. de sopa de cacau magro em pó

Amêndoas laminadas e mirtilos q.b.

 

 

Modo de preparação:

  1. Descasque e triture os abacates até obter um puré.
  2. Junte o iogurte e volte a triturar até obter uma mistura homogénea.
  3. Adicione o extrato de baunilha, o mel e triture até incorporar bem.
  4. Por fim, adicione o café e o cacau e misture bem. Retifique os ingredientes, a gosto.
  5. Povilhe com amêndoas laminadas e sirva com mirtilos.

 

Para cada dose individual, sem topping:

Valor Energético:  203,5Kcal

Hidratos de Carbono:  14,12g

Dos quais Açúcares:  6,9g

Proteínas:  7,14g

Lípidos:  11,76g

Dos quais saturados:  3,39g

Comentário
0

Leave a reply