Loading...
Blog
30
09
2020

Síndrome dos ovários poliquísticos

 

O papel da Nutrição na Síndrome dos ovários poliquísticos

 

No que diz respeito às mulheres há uma série de patologias que podem interferir com o peso corporal. Seja ganho de peso e grande dificuldade em perdê-lo, seja a perda acentuada de gordura corporal. É uma condição que acaba por afectar a auto-estima e bem-estar da mulher.

Hoje falamos de uma patologia em específico e como uma boa nutrição pode ajudar a reduzir os sintomas dolorosos e descontrolo no peso.

A sindrome do ovário poliquístico é considerada a endocrinopatia mais comum durante a vida reprodutiva da mulher, com prevâlencia entre 5 a 10% em mulheres em idade fértil.

Existem  inúmeros estudos científicos que referem que através de uma alimentação saudável e cuidada é possível minimizar os sintomas, sendo desta forma possível melhorar a qualidade de vida das mulheres que sofrem desta condição.

A Síndrome do Ovário Poliquistico (SOP) é uma patologia endócrina complexa, caracterizada pelo hiperandrogenismo (aumento da produção de hormonas masculinas) e anovulação crónica.

Os principais sintomas são a ausência ou irregularidade da menstruação, ovulação, ganho de peso, acne, queda de cabelo, crescimento de pêlos e problemas de fertilidade.

A SOP associa-se ainda com vários fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV), como dislipidemia, diabetes mellitus tipo 2 (DM2), hipertensão arterial sistêmica (HAS), disfunção endotelial, síndrome metabólica (SM) e marcadores pró-inflamatórios crônicos.

É uma sindrome que pode ser controlada através de medicamentos e com uma dieta equilibrada de acordo com as necessidades de cada mulher.  Em casos onde existe excesso de peso e uma elevada percentagem de gordura corporal, um plano alimentar com vista a corrigir esta situação é uma forma de reduzir a resistência á insulina e os níveis de androgénios e desta forma atenuar a sintomatologia.

Deixamos aqui algumas dicas e recomendações alimentares que podem ajudar num plano nutricional mais cuidado e a pensar nesta condição. No entanto, como a singularidade de cada mulher é tão própria, uma consulta de nutrição com um plano personalizado é mais eficaz na conquista de objetivos.

 

Recomendações Nutricionais

  • Reduzir o consumo de Hidratos de carbono refinados e preferenciar o consumo de alimentos de baixo índice glicémico e ácidos gordos essenciais;
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em probióticos (ex:iogurte e aveia), e de alimentos ricos em magnésio (ex: frutos oleaginosos e espinafres), selénio( ex: Carne bovina e feijão) vitamina D (ex:gema de ovo) e crómio ( ex: cereais integrais);
  • Eliminar o consumo de alimentos ricos em açúcar e farinhas refinadas, alimentos processados e produtos lácteos;
  • Aumentar o consumo de fibras, verduras e fruta;
  • Incentivar à pratica de exercício físico de forma regular.

Se apresenta sintomas ou já tem diagnóstico de SOP, o departamento de nutrição do Clube VII pode ajudar a traçar um plano alimentar especifíco. Marque a sua consulta de Nutricoaching.

 

 

Fontes:

  • Santos TS, de Santana Batista A, Brandão IM, Luiz F, de Carvalho O, Martins FL, de Moura Costa D, Augusta C, Barassa R, Junior LR. ASPECTOS NUTRICIONAIS E MANEJO ALIMENTAR EM MULHERES COM SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS.Pinhão, SE 2016 “Nutrição funcional” disponível em http://www.gabinetedesaude.pt/nutricao-funcional/
  • McKittrick M. Diet and polycystic ovary syndrome. Nutrition today. 2002 Mar 1;37(2):63-9.
  • Lopes MM. Vitamin D supplementation in Polycystic Ovarian Syndrome. SciTz Nutr Food Sci. 2018 Sep 6;3(1):1007.
Comentário
0

Leave a reply